Pular para o conteúdo principal

Mesmo atrasado, lá vai!

Queridos alunos, leiam com a máxima atenção estes dois textos. O primeiro link é para o texto sobre a ação dos diuréticos. Leiam atentamente! Pensem na imensidão de questões que ainda precisam ser respondidas quando são considerados os fitoterápicos com ação diurética. O outro link é uma revisão sobre equilíbrio hidroelétrolítico (EHE) e equilíbrio ácido-base (EAB). Um texto mais completo, mas cheio de curiosidades a cerca de possíveis anomalias nas concentrações de eletrólitos em nosso corpo. Vocês vão adorar!

Comentários

  1. Oi, Prof.
    Realmente o artigo: revisão sobre equilibrio..., é ótimo, bem explicito; através dele compreendi melhor a "ação dos diuréticos", melhor nossa ultima aula. Um texto para ser relido (pelo menos no meu caso rsrsrs).Com a leitura do artigo deu para perceber o quanto um diurético pode desequilibrar totalmente o funcionamento do organismo e realmente temos que ter muito cuidado com o emprego dos fitoterápicos de ação diurética. Adorei a leitura.
    Zenir

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do texto: mecanismo de ação dos diuréticos, pois foi possível entender mais tecnicamente o mecanismo que acontece em cada porção do tubo renal e quais diuréticos são usados para determinados fins- antes eu acreditava que existisse apenas a ação de diurese, mas não sabia que ela tinha diversos mecanismos e agia em locais diferentes dos rins. Outra coisa importante foi ser apresentada a nomenclatura dos diuréticos, pois assim quando alguém se referir a estas medicações já vamos estar mais inteirados do assunto e não vamos precisar perguntar: furosemida, para o que serve?
    Outra questão fundamental foi ler novamente o que a professora frisou em aula- o quão é delicado administrar essas medicações, pois elas interferem em questões vitais de nosso organismo como a alteração de pH, equilíbrio eletrolítico, etc. Muito complementar, muito bom!
    Já o texto de EHE e EAB, é bem complementar com o que foi visto em aula e em outros textos, porém acredito que é muito extenso e contém muitas infomações, inclusive desnecessárias para nós, apesar de serem interessantes. Um exemplo disto foi saber que a quantidade de sódio esta mais presente no esqueleto do que em qualquer outro lugar do corpo e também as disfunções enumeradas, que cada função pode apresentar quando não equilibradas. Foi possível perceber novamente como o corpo é um todo coeso e interdependente, e que alterando-se uma pequena coisa, tudo vai ser afetado. Mas o que foi passado em aula, ficou para mim muito mais claro do que é importante saber sobre este assunto do que ler exaustivamente o texto.
    Beijos, Thais.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ingrid.
    Li o texto sobre os mecanismos de ação dos diuréticos. Achei muito bom. Muito bem explicado. Bem didático.
    Realmente, o uso de diuréticos deve ser feito com cautela. Sem pesquisa sobre o tipo de ação diurética das plantas medicinais não sei se poderíamos indicá-las... Como fica isso?
    Achei interessante a rede de efeitos que acontecem nos rins. E que se mechermos no Na+, haverão vários efeitos que precisarão ser compensados, como reter K+.
    O outro texto vou ler logo. Mas li o comentário da Thais e já vi que vai ser doloroso.. haha
    Beijo, Bruno.

    ResponderExcluir
  4. Oi Prof. Ingrid e alunos do Blog>
    Sobre os texto sobre diuréticos foi interessante pois ficou mais claro o modo de ação e local de ação dos diuréticos.
    Lendo o Texto podemos perceber como é importante estudar as funções renais.
    Diversos remédios são receitados e juntamente com eles Diuréticos também são receitados. Isso torna-se importante o estudo.
    Grande abraço a todos Felipe Baur

    ResponderExcluir
  5. Olá Ingrid! Olha,achei muito interessante o texto sobre os mecanismos de ação dos diuréticos. Como a Thais comentou mais acima de ser uma leitura explicativa mais tecnica, também concordo!
    Muitas informações trazidas no texto eu nem imaginava! Nossa!
    Muito importante mesmo ter cuidado com os diuréticos que possivelmente iremos indicar à outras pessoas, pois não é brincadeira essa questão! Inclusive vou reler o texto um outro momento, pois realmente é rico em informações, confesso que cansei um pouco ao ler! hahaha! Mas, é instigante!

    Abraços a todos e um ótimo jogo pra nossa seleção Brasileira de Futebol hoje!!!!!! HA!!

    Paulo Henrique

    ResponderExcluir
  6. O texto sobre os mecanismos de ação dos diuréticos é muito bom, extremamente explicativo e rico em detalhes. Fiquei impressionada com alguns fatos dos quais não tinha conhecimento e depois de ler o texto cheguei a pesquisar mais sobre o assunto e vi que a perda de líquidos pelo organismo com o uso de diuréticos de diminui a força muscular, aumenta a freqüência cardíaca e diminui o rendimento cardiovascular. Ocorre ainda espoliação de minerais importantes para o metabolismo, o magnésio. Com certeza ficarei mais atenta com relação a diuréticos.
    Psicologia noturna - Louise Gabrielle

    ResponderExcluir
  7. Ôpa!! Volto a comentar neste bolg, agora sobre o texto de Ribeirão Preto (ô cidade quente e bonita!), que consegui acabar de ler! O assunto abordado sobre o EHE e do EAB é bem importante! Como outros textos que também li aqui neste blog! Mostra de uma maneira até que "tranquila" informações preciosas!
    Este texto me fez ficar relembrando um pouco do colegial!! Onde tive aulas de química com um professor engraçadíssimo! Eterno figura Luís Otávio! HAHAHAAHAHa!! muito bom professor!

    Mas é isso!! Vou acabar de responder as questões agora, e continuar a estudar... como acredito que todos que estão fazendo Fisiologia também vão! Até hj de tarde ou amanhã na prova!!!! Vamo que vamo!

    Paulo Henrique Wohnrath.

    ResponderExcluir
  8. Gostei dos textos, porem tive dificuldade de entender o artigo q fala da revisão sobre equilíbrio hidroelétrolítico (EHE) e equilíbrio ácido-base (EAB). Ja o texto sobre os diuréticos achei muito interessante, pois assim como a Thais comentou, eu também nao sabia desses efeitos sobre os diuréticos, e nao sabia dos riscos q ele poderia causar. Sempre ouvi falar que é bom tomar diuréticos, principalmente para quem tem P.A., e na fitoterapia se fala dos diuréticos, mas nas aulas de fisio, percebi que não é simplesmente indicar ou tomar um diurético.

    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  9. Oie prof,
    achei o texto sobre os diureticos de bom proveito. um texto bom de se ler e que nos relembra sobre a necessidade do cuidado que deve se ter ao passar ou utilizar uma planta com este efeito, entre outras praticas naturais.
    O texto de regulacao de acido base traz bastante conteudo e bastante o diagnostico e temas aprofundados que nao vejo tanta necessidade pra um estudo. Claro que tudo que lemos nos acrescenta conhecimento, mas sera que precisamos desta visao sobre o assunto? em todo caso como ja disse, nada pode ser jogado fora, e calro q adquiri mais conhecimento sobre o tema.
    Beijos Maira

    ResponderExcluir
  10. Ola professora, no texto do EHE e EAB, o q mais me interessou foram as possibilidades que já haviamos visto no sistema respiratorio, que era a forma de adquirir a homeostase atraves nao so da respiraçao, mesmo sendo de forma mais lenta que os rins trabalham para isso. O texto dos diureticos vale termos sempre em maos, e faz com que prestemos mais atençao no interagentes em potencial, já que hipertensao é uma doença que vem aumentando cada vez mais, e o uso dos diureticos se associa no tratamento.
    Bem, acho q eh isso....obrigada pela disposiçao do blog...é bom temas organizados

    Paola

    ResponderExcluir
  11. olá professora!
    achei interesante os textos sobre os diuréticos, importantes para a naturologia, porque nos ajuda a entender como a age os medicamentos indicados para a ação da diurese, e tambem auxilia para o entendimento de como funciona o proprio sistema renal e como ele age sobre a ação destes medicamentos. Nos Naturologos em formação temos a obrigação de compreender esse fator importantissimo, pois pode nos aparecer varios casos que vamos ter que compreender sobre esses mecanismos de ação. Já o outro texto que traz sobre o EAB, precisa de um pouco mais de compreenção cientifica pra entende-lo, confesso que achei ele um pouco confuso ate porque, ele é bem aprofundado, porem com um pouco mais de paciencia e leituras pode ser sim compreendido, e acredito que mesmo tão especifico em casos clinicos de operatórios, ele é valido para que o Narólogo tenha um conhecimento de termos cientificos fisiologicos mais aprofundados, o que pode favorecer muito o estuddante que desde ja se familiariza com tais termos, podedo usa-los em projetos, e ate mesmo em trabalhos de conclusão de curso, enriquecendo a pesquisa e a credibilidade, considerando que estamos em 'aprovação' no mercado de trabalho.

    Ana Paula Batisti

    ResponderExcluir
  12. olá professora!
    achei interesante os textos sobre os diuréticos, importantes para a naturologia, porque nos ajuda a entender como a age os medicamentos indicados para a ação da diurese, e tambem auxilia para o entendimento de como funciona o proprio sistema renal e como ele age sobre a ação destes medicamentos. Nos Naturologos em formação temos a obrigação de compreender esse fator importantissimo, pois pode nos aparecer varios casos que vamos ter que compreender sobre esses mecanismos de ação. Já o outro texto que traz sobre o EAB, precisa de um pouco mais de compreenção cientifica pra entende-lo, confesso que achei ele um pouco confuso ate porque, ele é bem aprofundado, porem com um pouco mais de paciencia e leituras pode ser sim compreendido, e acredito que mesmo tão especifico em casos clinicos de operatórios, ele é valido para que o Narólogo tenha um conhecimento de termos cientificos fisiologicos mais aprofundados, o que pode favorecer muito o estuddante que desde ja se familiariza com tais termos, podedo usa-los em projetos, e ate mesmo em trabalhos de conclusão de curso, enriquecendo a pesquisa e a credibilidade, considerando que estamos em 'aprovação' no mercado de trabalho.

    Ana Paula Batisti

    ResponderExcluir
  13. olá professora!
    achei interesante os textos sobre os diuréticos, importantes para a naturologia, porque nos ajuda a entender como a age os medicamentos indicados para a ação da diurese, e tambem auxilia para o entendimento de como funciona o proprio sistema renal e como ele age sobre a ação destes medicamentos. Nos Naturologos em formação temos a obrigação de compreender esse fator importantissimo, pois pode nos aparecer varios casos que vamos ter que compreender sobre esses mecanismos de ação. Já o outro texto que traz sobre o EAB, precisa de um pouco mais de compreenção cientifica pra entende-lo, confesso que achei ele um pouco confuso ate porque, ele é bem aprofundado, porem com um pouco mais de paciencia e leituras pode ser sim compreendido, e acredito que mesmo tão especifico em casos clinicos de operatórios, ele é valido para que o Narólogo tenha um conhecimento de termos cientificos fisiologicos mais aprofundados, o que pode favorecer muito o estuddante que desde ja se familiariza com tais termos, podedo usa-los em projetos, e ate mesmo em trabalhos de conclusão de curso, enriquecendo a pesquisa e a credibilidade, considerando que estamos em 'aprovação' no mercado de trabalho.

    Ana Paula Batisti

    ResponderExcluir
  14. olá professora!
    achei interesante os textos sobre os diuréticos, importantes para a naturologia, porque nos ajuda a entender como a age os medicamentos indicados para a ação da diurese, e tambem auxilia para o entendimento de como funciona o proprio sistema renal e como ele age sobre a ação destes medicamentos. Nos Naturologos em formação temos a obrigação de compreender esse fator importantissimo, pois pode nos aparecer varios casos que vamos ter que compreender sobre esses mecanismos de ação. Já o outro texto que traz sobre o EAB, precisa de um pouco mais de compreenção cientifica pra entende-lo, confesso que achei ele um pouco confuso ate porque, ele é bem aprofundado, porem com um pouco mais de paciencia e leituras pode ser sim compreendido, e acredito que mesmo tão especifico em casos clinicos de operatórios, ele é valido para que o Narólogo tenha um conhecimento de termos cientificos fisiologicos mais aprofundados, o que pode favorecer muito o estuddante que desde ja se familiariza com tais termos, podedo usa-los em projetos, e ate mesmo em trabalhos de conclusão de curso, enriquecendo a pesquisa e a credibilidade, considerando que estamos em 'aprovação' no mercado de trabalho.

    ANA PAULA BATISTI

    ResponderExcluir
  15. Muito bons os textos. Gostei bastante do que fala sobre diuréticos, é muito bem explicado e comenta muito mais sobre cada tipo de diuréticos disponíveis no mercado do que pode-se encontrar na maioria dos livros de fisiologia. O texto sobre equilíbrio eletrolítico também é muito bom! Possui um conteúdo rico, inclusive relatando no final diagnósticos e tratamento de cada caso de distúrbio ácidobásico. Estes são textos que abordam temas importantíssimos, das quais um profissional da área da saúde necessita estar sempre bem informado. Obrigada por aumentares ainda mais nosso conhecimento!!!

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Olá Professora,
    Gostei bastante do texto dos diurético,o conteúdo é muito interessande e acessível, foi muito proveitoso particularmente, pois, possuo familiares e pessoas próximas que fazem uso de diuréticos citados no texto e pude entender melhor os mecanismos de ação dos mesmos. Assim como ficou evidente a cautela que devemos adotar com relação à utilização dos mesmos. Quanto ao texto de EHE e EAB, confesso que tive um pouco mais de dificuldade de entender tendo que me valer de varias leituras para melhor compreensão, uma vez que enfoca muitas informações e possui uma linguagem mais específica e tecnica, sob o meu ponto de vista. De qualquer forma, foi uma leitura muito interessante que instiga ao aprofundamento dos estudos em fisiologia por verificarmos o quão complexo é o nosso corpo! Maravilhoso e assustador, no entanto perfeito! Muito válido também! Obrigada!
    Samanta

    ResponderExcluir
  19. Obrigada pelos comentários. O texto sobre EAB e EHE, embora complexo deve mostrar a vocês, mais uma vez que o que trabalhamos é muito pouco do conteúdo que tem n implicações sobre o processo homeostático. Leiam e releiam quantas vezes forem necessárias e se forem necessárias. Encerro aqui a possibilidade dos comentários valerem pontuação. Abraços!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Renascimento do Parto 2 - PROMOCIONAL com parto pélvico - 2016

As primeiras palavras são fortes e esclarecedoras. As cenas falam por si! Lindíssimo!!! Emocionante!

Cenas de parto!



Gestação consciente - Eleanor Luzes

Caros alunos da Embriologia!

Gostaria de divulgar a vocês, principalmente ao pessoal da Psicologia o link abaixo. O texto em pdf pode ser baixado. Trata-se de um dos capítulos da tese de doutorado de Eleanor Madruga Luzes.  Capítulo II - Gestação consciente. (http://media.wix.com/ugd/e5bd94_feb92b33bf4df4c2438aa7d0ca48ca74.pdf) Eleanor é médica, psiquiatra, analista junguiana há 31 anos, trabalhou durante três anos em obstetrícia, foi professora primária.Tem mestrado em Psicologia, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e é doutora pelo Instituto de Psicologia da mesma universidade, com a tese de doutorado sobre a “Necessidade do Ensino da Ciência do Início da Vida” nas escolas do segundo e terceiro graus. Sua história e o restante da tese estão disponíveis no site abaixo. /http://www.cienciadoiniciodavida.org/

Fisiologia Respiratória

Leiam e tentem entender as diferenças entre os volumes nas diversas situações demonstradas. Abraços e até semana que vem!

Volumes pulmonares
Sérgio Menna Barreto